Make your own free website on Tripod.com
Agonizando
"O que, antigamente, foi fonte de júbilo e de lamento deve agora tornar-se fonte de reconhecimento".

[Jacob Burckhardt]

Agonías sofre em Brasília-DF
agonias_feitosa@hehe.com

Evandro sofre em São Paulo-SP
vates@uol.com.br






Powered by Blogger

Terça-feira, Agosto 31, 2004

<Evandro> 

Olavo de Carvalho continua derramando verdades e, como sempre, ninguém escuta, nem mesmo uma boa parte dos meus amigos que o conhecem e que não acham que ele não passa de uma figura folclórica. Os últimos três artigos estão caprichadinhos. Enquanto isso, eu me isolo do mundo e pratico uma dose ínfima de crítica-cultural-conservadora-liberal-para-além-dos-comentários-econômicos. Só me resta mesmo isso... Faço aulas de tênis, não assisto aos filmes esquerdistas chiques do momento, não leio jornais, quase não leio os artigos da meia-dúzia de anti-esquerdistas na Internet, passeio em praias e shopping centers, adulo cãezinhos fofos, e mesmo assim ainda estou mais por dentro do comunismo iminente que 99,99% das pessoas que conheço, as quais ainda são muito menos esquerdistas que a média da população.

Os links:

http://www.olavodecarvalho.org/semana/040828globo.htm

http://www.olavodecarvalho.org/semana/040831fsp.htm

http://www.olavodecarvalho.org/textos/1a_leitura_2004_set.htm


Agora deixem-me continuar com meus exercícios de alheamento da realidade.
</Evandro> <!--11:30 PM-->

Sexta-feira, Agosto 13, 2004

<Evandro> 

A vida deveria ser simples como um funcionário público (doravante, FP). Sempre soube lidar bem com FPs. Macete: você finge compartilhar de alguma coisa com eles (até hoje não sei bem que coisa é essa) e eles lhe dão o que você quer. Mas tenho uma teoria sobre essa "coisa". Acho que é um sentimento de atribuição de importância a procedimentos, ao regulamento. Um dia fui fazer inscrição para residência em um hospital (para um amigo meu). Cheguei na sala e a mulher me disse que estava faltando sei lá o quê (sempe está), que tinha que prencher sei lá o quê, num tom de "você está por fora". Imaginei um amigo impaciente começando a reclamar, mas logo vesti um vestido inefável de subordinação. Os FPs adoram subordinação da parte dos "desentendidos". Não ser um FP é ser um desentendido em assuntos sem importância alguma, como a maneira correta de preencher um formulário (com letra de fôrma, com caixa-alta apenas no início das frases e em nomes próprios, o CPF sem hífens ou barras, o órgão expedidor separado da unidade federativa).

Ser um FP é como fazer parte de uma seita para iniciados em pipoca, ou cotonetes.

Mas, como eu ia dizendo, adotei uma postura de bom menino e disse "ai, ai, não entendo nada disso". Ela então soltou um risinho (eles sempre soltaou um risinho de superioridade materna, ou paterna) e me ensinou. Eu lhe disse que era de Belo Horizonte (ser de um lugar bobinho também ajuda) e perguntei "como eu faço agora? Não vai dar? por causa de estar faltando o...?" Aí ela respirou, pensou nas amenidades gentis sobre as quais havíamos conversado nos minutos anteriores, e "abriu uma exceção"!

Estou me sentindo cruel após este relato. É sério... Não fiz por mal. Foi só por educação. Se você for educado com as pessoas, elas quase sempre são educadas com você. Até os FPs!
</Evandro> <!--12:20 PM-->

Quinta-feira, Agosto 12, 2004

<Evandro> 

Aqui eu tenho mais experiência do que . Aqui eu sou veterano. Agonizando: since 2002. A falsa modéstia vai embora e eu me orgulho de ter sido um dos primeiros (logo após a Inês, a Miss Veen e mais uma meia dúzia). Toda modéstia é falsa. Se quiser provar que alguém é modesto por falsidade, bote ele nos jornais e vai ver o ego inflando como um abacate em crescimento.

Perdi minha virgindade com o jornalismo há uns bons tempos. Outro dia saiu uma reportagem sobre a síndica aqui do prédio. Lá dizia que ela optou pela terceirização dos serviços, e que, como se diz por aí, "deu super certo". Só um detalhezinho: não foi ela que terceirizou. O prédio é novo e já foi entregue com os serviços terceirizados. Assim é o jornalismo.

Mas, voltando ao abacate, espero um dia ver uma matéria no jornal sobre este blog aqui. A manchete: "Brasileiro mantém blog verde, na contra-mão do mundo". Sim! Aqui estou eu, dizendo besteiras desde 2002, na contra-mão do mundo (o mundo só diz coisas relevantes).

Rá.
</Evandro> <!--11:33 AM-->

/archives

  08/01/2002 - 08/31/2002   09/01/2002 - 09/30/2002   10/01/2002 - 10/31/2002   11/01/2002 - 11/30/2002   12/01/2002 - 12/31/2002   01/01/2003 - 01/31/2003   02/01/2003 - 02/28/2003   03/01/2003 - 03/31/2003   04/01/2003 - 04/30/2003   05/01/2003 - 05/31/2003   06/01/2003 - 06/30/2003   07/01/2003 - 07/31/2003   09/01/2003 - 09/30/2003   10/01/2003 - 10/31/2003   11/01/2003 - 11/30/2003   12/01/2003 - 12/31/2003   01/01/2004 - 01/31/2004   02/01/2004 - 02/29/2004   03/01/2004 - 03/31/2004   04/01/2004 - 04/30/2004   06/01/2004 - 06/30/2004   07/01/2004 - 07/31/2004   08/01/2004 - 08/31/2004   09/01/2004 - 09/30/2004   10/01/2004 - 10/31/2004   12/01/2004 - 12/31/2004   02/01/2005 - 02/28/2005   03/01/2005 - 03/31/2005   05/01/2006 - 05/31/2006