Make your own free website on Tripod.com
Agonizando
"O que, antigamente, foi fonte de júbilo e de lamento deve agora tornar-se fonte de reconhecimento".

[Jacob Burckhardt]

Agonías sofre em Brasília-DF
agonias_feitosa@hehe.com

Evandro sofre em São Paulo-SP
vates@uol.com.br






Powered by Blogger

Segunda-feira, Outubro 28, 2002

<Evandro> 



IDEOLOGIZAÇÃO

"Dentre tantos problemas que o novo governador terá de enfrentar, um deles é especialmente grave: a ideologização nas escolas gaúchas. No domingo da eleição, isso ficou claro para quem votou na seção 242 da zona eleitoral 114, que fica em uma sala da Escola Estadual Víctor de Brito, no bairro Nonoai, em Porto Alegre. Nas paredes, foram colados cartazes com forte conteúdo ideológico e partidário, alguns com assinaturas de crianças, alunos da instituição.

Os textos continham declarações políticas como: „Agora, é a ALCA que nos perturba‰. Havia também mensagens contra os EUA e interpretações ideológicas da história brasileira. Em um pôster o candidato José Serra era chamado de mentiroso e o projeto 2º feira de promessa falsa. Num outro cartaz, o candidato derrotado à presidência Ciro Gomes era associado ao ex-presidente Collor, afastado por corrupção.

Logicamente, não havia nenhuma mensagem ou opinião crítica ao PT, Lula e Tarso."

(Diego Casagrande)
</Evandro> <!--9:25 PM-->

<Evandro> 

"Vamos comemorar". Comemorar o quê? Que um presidente foi eleito com 61% dos votos? Isso não é pra comemorar. É pra se preocupar. Quando tanta gente começa a concordar, é sinal de que a vocação para o comunismo está aumentando. Todos querem um líder só. Isso se chama totalitarismo. No Iraque, O Saddam teve 100% de votos. Esse deve ser o sonho de todo petista. Democracia agora é todo mundo pensar igual e votar na mesma pessoa.
</Evandro> <!--12:48 PM-->

<Evandro> 

Continuando o assunto sobre educação. Os principais defensores de Paulo Freire são os padres da CNBB e os jesuítas, ambos os grupos maravilhados com a sensacional possibilidade de conciliar marxismo e cristianismo. Os jesuítas mais idosos têm ressalvas quanto a essa possibilidade. Mas, sejamos realistas, eles já estão muito velhos e estão sendo rapidamente substituídos por gente mais nova (em todos os sentidos). O Padre Henrique Vaz, um de nossos maiores filósofos, e professor de Ética na Cia de Jesus aqui em BH, faleceu recentemente. Ele jamais aceitou a teologia da libertação, embora tenha raramente comentado o assunto, para não se comprometer com a coletividade intelectual em que se inseria (como sempre...). Além disso, é bom dizer que as "ressalvas" jesuítas resumem-se a silêncio e tolerância infinitos com os exaltados. Uma outra forma de "ressalva" jesuíta é publicar dezenas de livros de teologia da libertação (editoras Loyola e Vozes), para que as pessoas tenham mais informações sobre o assunto e não sejam muito ingênuas quanto a ele. Nem é preciso dizer que o efeito dessa ação bem intencionada (como de resto o são todas as ações dos padres) é transformar todos os novos seminaristas em fãs inveterados de Boff e Betto, sem ressalvas.

Enfim, tudo se resume a um misto de boa-fé com crença no valor do conhecimento por si mesmo (aliás, traço de gnosticismo), o que leva a um empenho em divulgar amplamente teorias marxistas, como método supostamente eficaz de desmistificá-las e transformá-las em algo bom. Como se isso fosse possível com uma teoria que traz o misticismo em seu próprio núcleo de sustentação.

Estou ansioso para ver quem será o próximo Papa. Tenho um palpite de que ele será uma das chaves do próximo milênio, para o bem ou para o mal.
</Evandro> <!--1:35 AM-->

Sábado, Outubro 26, 2002

<Evandro> 

Novidade do debate eleitoral: Paulo Freire foi nosso maior educador. Que estranho! Vi um programa na TV Futura em que ele aparece dizendo que não dá pra discutir com reacionários. Dá pra discutir com todo mundo, menos com reacionários. O problema é: todo mundo que não concorda com o Paulo Freire é um reacionário por definição, assim como todo mundo que não concorda com o PT é um partidário da exploração dos pobres (!).

O mais triste no tal programa da TV Futura é que era um especial sobre o Paulo Freire e o apresentador ficou falando um tempão, explicando como o educador comunista era maravilhoso. Depois disse: "E agora, vamos escutar algumas palavras de sabedoria de nosso maior educador". E entrou um pedaço de uma entrevista em que ele não falava absolutamente NADA de educação. Só falava esse negócio de reacionários e progressistas. Comunismo aberto e de baixo nível.

Outra coisa interessante é que o programa mostrava que a "pedagogia do oprimido" dava certo, porque os alunos se sentiam motivados a estudar. Então eu pensei: Meu Deus! Que indivíduo não vai se sentir motivado a estudar quando aparece uma turma de pessoas lá no sertão pobre e miserável onde ele habita, oferecendo - de graça - sala de aula, merenda e professor dando atenção e carinho? E o aluno se sente motivado é por causa da pedagogia do Paulo Freire? Sinceramente... Acho que uma "pedagogia do oprimido" tem o efeito de revoltar as pessoas e desestimular os estudos sérios. O sujeito aprende a ler e a escrever e pronto! Já vai lutar contra a Alca e o FMI. Não quer saber de aprofundar nada, porque já aprendeu, desde o comecinho, que é um "oprimido". E isso basta a ele.

E os padres caem direitinho nessa. Adoram Paulo Freire e acham que suas ações pastorais de educação dos pobres só dão certo por causa da "pedagogia do oprimido". E cresce a cada dia a boa-fé e a ingenuidade dos que acham que marxismo e cristianismo são conciliáveis. Só pra começar, o cristianismo NÃO PRECISA do marxismo. O pouco que há de proveitoso no marxismo foi copiado literalmente do cristianismo. Unir um e outro só serve para possibilitar e facilitar o contato do cristianismo com o vírus autoritário do comunismo. É como colocar chocolate simples estragado em contato com um delicioso pavê de chocolate com calda de morango e biscoito de maizena, tudo com a finalidade de "aproveitar os pontos positivos de um e de outro", como adoram falar os professores universitários. E, como o ser humano está cada vez mais inapto a separar o joio do trigo, já se prevêem os "proveitosos" resultados do contato!
</Evandro> <!--11:26 AM-->

Terça-feira, Outubro 22, 2002

<Agonias> 

Aliás, medonha a entrevista desta senhora.
</Agonias> <!--2:36 PM-->

<Agonias> 

"Eu acho que os dirigentes do Fundo (FMI) deveriam ser julgados num tribunal internacional por crimes contra a humanidade"
Heloisa Helena senadora petista em entrevista à revista Veja desta semana

sem comentários...
</Agonias> <!--2:31 PM-->

Sexta-feira, Outubro 18, 2002

<Evandro> 

Bastante interessante o artigo de Mauro Santayana no JT de hoje. E perigoso também. Veja um trecho:

"Para que os homens tenham a liberdade de pensar e expressar o seu pensamento, e de escolher a sua própria maneira de adorar a Deus, é preciso que se livrem da pobreza e do medo. O trecho curto na mensagem de Roosevelt ao Congresso encerra a aspiração humanista do Ocidente. Os homens castigados pela necessidade, e fustigados pelo temor, não podem sentir-se plenamente livres para venerar a Deus, ou mesmo negar-lhe existência; nem tampouco para pensar com autonomia e transmitir aos outros o que lhes vai na mente e na alma."

O raciocínio tem sua parcela de verdade, mas no contexto político atual, serve para dar aos petistas uma ótima oportunidade de distorção argumentativa. Não é muito difícil deturpar esse raciocínio e transformá-lo em uma espécie de prova de que a Regina Duarte está prejudicando a liberdade de expressão no Brasil. O silogismo primário e desonesto seria esse: 1) o medo impede os homens de serem livres e expressarem seu pensamento; 2) Regina Duarte causou medo; 3) logo, Regina Duarte impede os homens de serem livres e expressarem seu pensamento.

Aliás, acho até que já andaram praticando esse silogismo por aí, não é? Já qualificaram a declaração da atriz até de terrorismo... Daqui a pouco ela começa a figurar nos blogs e sites ao lado do Bin Laden. Não é isso que os esquerdistas fazem com todo mundo que não concorda com eles?
</Evandro> <!--12:39 PM-->

Quinta-feira, Outubro 17, 2002

<Evandro> 

Um leitor desonesto, que não vê a contradição entre se achar moralmente superior e nem ao menos se identificar na hora de postar mensagens, incluiu nos comentários deste blog um link para o perplexos, mais especificamente para um dos espaços de comentários onde ele resolveu desmoralizar a mim e aos demais integrantes daquele blog. O tal leitor fez isso por estar convicto de que "venceu" uma espécie de "batalha" contra os asquerosos seguidores de Olavo de Carvalho que em sua opinião povoam o blog, tudo em nome se uma certa autonomia intelectual que ele ostenta e que podemos "relativizar" a partir do fato de que ele se declarou simpatizante das idéias do jornal comunista Hora do Povo, cujo link já foi fornecido por Felipe Ortiz há alguns dias.

Em poucas palavras, mais um seguidor do monstro coletivo de identidade rarefeita que anda palas matas e cidades desse país e que, por ser "abstrato", é imune a rotulações (e que por isso memso sai rotulando todo mundo). Mas poderíamos chamá-lo de seguidor do Emir Sader, seguidor do Lula, seguidor do Frei Betto, qualquer um desses vale o mesmo como símbolo do Imbecil Coletivo (ops, olha aí o Olavo de novo, gente! Devo mesmo ser um discípulo dele, né? Tapas no meu traseiro de menino mal e gnóstico!).

Enfim. Apaguei os links que o leitor transparente postou e vou postá-lo pessoalmente, para que cada um tire suas próprias conclusões, já que eu me canso de polêmicas inúteis bastante facilmente. Quem quiser rir um pouco (do tal leitor ou deste inseto gosmento que vos fala) pode clicar aqui.
</Evandro> <!--2:33 PM-->

<Evandro> 

Hoje descobri - provavelmente atrasado! - o site do Partido Federalista, que ainda não existe, mas que com certeza deveria existir. Fica aqui a sugestão da visita. E quem tiver um pouco mais de boa vontade pode assinar a carta de apoio e mandar pelo correio. São necessárias 340 mil cartas para registrar o partido.
</Evandro> <!--12:29 AM-->

Quarta-feira, Outubro 16, 2002

<Evandro> 

A mais nova papagaiada autoritária do PT pode ser conferida neste link. O partido, como de hábito lá pelas bandas do Rio Grande, resolveu processar jornalistas que denunciam políticos rubro-estrelados, mesmo que estes jornalistas provem suas acusações com documentos verdadeiros e sigam todos os procedimentos éticos previstos em lei para a confecção de uma reportagem denunciadora.

Desta vez a coisa foi no Distrito Federal, com o Jornal de Brasília. E o Sindicato dos Jornalistas (esquerdistas) do DF, acatando denúncia de "difamação" enviada pela coordenação de campanha do candidato Magela, convocou prontamente os "culpados" para depoimento na sua "Comissão de Ética", violando abertamente o próprio Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros.

Note-se como o conceito de difamação vai-se relativizando aos poucos. Quando chegarmos ao final do mandato de Lula, se chegarmos, difamação provavelmente será chamar comunista de comunista, semi-analfabeto de semi-analfabeto, enfim, difamação será um conceito tão fluido e polivalente aqui em Pindorama quanto racismo. Meus caros, não é por nada não, mas esse governo Lula promete!

E sabe o que é mais triste nisso tudo? O Jornal de Brasília nem é um jornal bom!
</Evandro> <!--10:09 PM-->

Terça-feira, Outubro 15, 2002

<Evandro> 

Ato falho: corrigindo o post anterior, o nome do livro é "Antiliberalismo 2000". Também já substituí aí embaixo. Eu escrevi "Liberalismo 2002" por pura distração.
</Evandro> <!--11:53 PM-->

<Evandro> 

Não posso deixar de expressar minha profunda admiracão pelo Meira Penna, por ter cunhado uma tradução brilhante para "think tank": "tanques da cuca"!! haha! Adorei!

Seu artigo no JT está SENSACIONAL: "A coexistência pacífica da sociedade aberta e do intervencionismo estatal autoritário é o que, obviamente, pretendem realizar os arautos da 'Terceira Via'. No Brasil, isto é exemplificado pelo barbudo metalúrgico em terno Armani, discorrendo sobre economia como próspero empresário e fraternizando com militares que sonham com sua "bombinha" iraquiana... Objetivo óbvio." E o comunismo é "o patético demônio que retorna ao mundo, seguido por cem milhões de espectros e a memória de incomensuráveis catástrofes."

Ainda nem li o livro "Antiliberalismo 2000" de que fala o Meira Penna, mas pelo jeito, tenho que agradecer à Juliana pela tradução! Vou comprar assim que ele aparecer, viu, Miss Veen!?
</Evandro> <!--1:18 AM-->

<Evandro> 


Ninguém está a salvo

Traduzo aqui uma passagem de um artigo do Telegraph sobre o atentado em Bali:

"Em 1994, 86 pessoas na explosão de uma bomba num centro social judeu em Buenos Aires. Quatro anos depois, mais de 260 pessoas foram mortas em explosões do lado de fora das embaixadas americanas em Nairobi e Dar es Sallam. Esse tipo de ataque alcançou um grau de ousadia totalmente novo com o triplo sequestro de aviões do 11 de setembro de 2001, que causou a morte de mais de 3.000 pessoas.

Agora, em Bali, quase 200 pessoas foram mortas. Inclusive, ao que parece, uma quantidade maior de britânicos do que a que morreu na pior das atrocidades na Irlanda do Norte, o atentado a bomba em Omagh, em 1998. Norte, sul, leste e oeste: os terroristas podem causar danos em todas as direções."


E aqui no Brasil cresce o ódio a Bush e diminui a cada dia o coeficiente de compreensão da situação por que passa o mundo. O presidente americano, na visão de todos, é um texano doido que quer conquistar o mundo. Visitei o blog da tal da Marinilda e vi até um desenho de "Pink e Cérebro", além de fotos de Bush com a boca aberta, ao lado de macacos com a boca aberta também, para que os visitantes vejam a "semelhança". E a dita cuja tem 56 anos de idade! Imagino o que anda "rolando" pelos blogs dos jovens...

E um ex-colega de faculdade, que encontrei recentemente, se orgulha de ser um "vídeo-terrorista", termo que designa o videomaker brasileiro, filhote do Itaú Cultural e engajado na luta latino-americana contra a opressão ianque (enquanto isso as ONGs européias tomam conta da Amazônia), inspirada em Che, nas Farcs e no exército zapatista, cujas estratégias um ex-professor meu confessou admirar. Embora afirmasse não compartilhar de seus métodos sangrentos, o inacreditável acadêmico bonzinho andava com um livro de cartas do "sub-comandante" Marcos a tira-colo, por admirar suas "estratégias de divulgação pela Internet".

Enfim, parece que não vai ser necessário que a Al Qaeda jogue suas bombas nas boates de São Paulo ou despeje aviões no Copan, pois em breve esses lugares vão estar todos cheios de jovens "cidadãos do mundo", que assistem aos vídeos muderninhos cults de seus coleguinhas "guerrilheiros eletrônicos", "conscientizados", "que votam pela mudança" (sempre pra pior, é claro) e pela "nova ordem mundial", mais conhecida em Pindorama como uma outra globalização. E, como diz meu amigo Polzonoff, "tenho dito"!
</Evandro> <!--12:54 AM-->

Segunda-feira, Outubro 14, 2002

<Evandro> 






Quem quiser colocar o banner acima em seu blog ou site, por favor, fique à vontade!!!
</Evandro> <!--11:40 AM-->

Sábado, Outubro 12, 2002

<Evandro> 

Quem quiser pode conferir neste link e neste link que o PT não brinca em serviço quando o assunto é difamação.

Como eu disse em e-mail que enviei a um amigo, acho que as referidas "difamações" são reais. Eu também achei mentirosa e difamatória a mensagem sobre o Direito de Sucessão. Quanto à carta falsa, nem é preciso dizer nada.

Mas, é também verdade que a punição só vem quando se fala mal do PT. Os petistas vencem DE LONGE em número de mensagens realmente difamatórias contra a "direita".

Quer um exemplo? Dê uma passeada pelos seus blogs. Se alguém quiser sugerir links deste tipo aqui, por favor faça isso. Tenho certeza de que vários dos leitores deste blog já visitaram sites na Internet com conteúdo difamatório contra FHC, Serra e etc. Mas quem vai processar esse pessoal? E, quem processasse, vocês acham que ganharia a causa?

Além disso, a assessoria do Serra não parece se importar muito com essas coisas.

Isso tudo REALMENTE demonstra a vocação autoritária das esquerdas, que dipõem de um aparato bem organizado e de um apoio geral da sociedade, que possibilita levar a cabo ações como essa em questão.

Às pessoas corretas resta a preocupação dupla: de um lado, temos difamadores radicais e mal intencionados, que prejudicam ainda mais a sobrevivência da já enfraquecida direita brasileira. De outro, temos a ameaça viva de censura, que sempre começa assim, dentro da lei. Daqui a uns anos, quem sabe meses, já se começará a relativizar o que configura difamação ou não. Até que ninguém mais possa falar livremente contra as esquerdas.

Disso tudo, deve-se tirar uma lição bem clara: quem for falar contra as esquerdas tem de se precaver por todos os meios possíveis.

Enquanto isso, as esquerdas continuam não se precavendo e não precisando se precaver ao falar mal de tudo e de todos. Pois elas têm o apoio da nova ordem mundial. Elas têm a força que vêm da ignorância daqueles que não sabem em quem estão votando e a quem estão dando respaldo moral. Elas podem repassar mensagens com figuras, fotos e textos caluniosos e mentirosos. Enfim, podem difamar quem bem entendem e não aparecerá ninguém para processá-las, já que pessoas isoladas não são capazes de lutar contra instituições coletivas sem estragar suas vidas em processos judiciários polêmicos e desgastantes. E, para piorar, as próprias vítimas de suas difamações, como tantas vezes o foi FHC, não se importam em levar os casos à justiça.

É, meus caros, fiquem "espertos" antes de clicar no "forward" de seus programas de e-mail!

Claro que ainda resta a hipótese de que foram os próprios esquerdistas que inventaram as mensagens, para se beneficiar retroativamente da polêmica na justiça. Mas não quero crer em tamanha absurdidade, pois seria como os jornalistas da Caros Amigos, que chegaram a afirmar que os EUA forjaram o atentado de 11 de setembro, para depois poderem realizar uma marcha imperialista pelo mundo!


Nota: devido à importância desse assunto, estou publicando esse post em todos os blogs onde escrevo.
</Evandro> <!--4:19 PM-->

Sexta-feira, Outubro 11, 2002

<Evandro> 

Seguindo o assunto de que tratei em meu último artigo, achei extremamente esclarecedor o artigo de William Anderson no Mises.org. Ele se mostra contente com o fato de o Nobel de economia ter sido dado a Smith, que declarou se inspirar em Mises desde os anos 50.

Contudo, Anderson lembra que a economia experimental não pode provar leis que valham para todas as situações. Usando o exemplo da lei da oferta e da procura, ele observa que um estudo experimental certa vez provou que ela não valia muito para o setor de fastfood em um dos estados dos EUA.

Então, Anderson observa que isso não invalida a lei. Seria preciso que se fizessem experimentos em todos os setores, em todos os lugares e em todas as situações.

Enfim, o fato é que os experimentos não são um bom caminho para a ciência econômica (ao menos para "demonstração" de leis): "The law of demand is true, not because it has been demonstrated as true in a controlled setting, but rather because of the understanding that human beings act within time and space, and the implications of purposeful action lead us towards, not away from, the law of demand.  Laws of human action are immutable; they are not products of probability or hypothesis testing, but rather exist because of the very nature of humanity".
</Evandro> <!--10:59 PM-->

<Evandro> 

Quem quiser conferir a mais nova bobagem proferida pelo Veríssimo, visite www.outonos.com e clique em "blog". O sujeito consegue aliar anti-semitismo a anti-nazismo! É mole?
</Evandro> <!--10:46 AM-->

Quinta-feira, Outubro 10, 2002

<Evandro> 

Acho que o sentimento de uma pessoa que saiu da Rússia antes da revolução deveria ser um misto de saudosismo com "anti-pena"! Sabe o que é "anti-pena"? É quando a gente deixa de sentir pena dos nossos conterrâneos e começa a pensar que eles merecem a merda em que estão entrando. Afinal, com que outra finalidade Deus criou o livre-arbítrio?
</Evandro> <!--10:34 AM-->

<Evandro> 



A festa da democracia 2

Democracia no Brasil é aceitar, em época de eleição, que as únicas afirmações corretas sobre a situação econômica do país são aquelas emitidas pela esquerda. As demais expressam "interesses da elite que está no poder".

</Evandro> <!--10:31 AM-->

<Evandro> 



A festa da democracia

"PT quer voto de Maluf em Genoíno"
</Evandro> <!--10:25 AM-->

Quarta-feira, Outubro 09, 2002

<Evandro> 

George Soros desceu a lenha no Brasil hoje. Trechinho da reportagem:

"Se o Brasil for obrigado a reestruturar sua dívida, irá adotar controle de capitais." Disse ainda que o Brasil pode até ter crescimento econômico, mas um controle de capitais teria efeito contágio no mercado financeiro internacional. "Para a América Latina seria desastroso, inclusive, para o México."

Até o Anthony Guiddens se deu ao luxo de fazer uma criticazinha, bem de leve como é de hábito entre um esquerdista e outro:

"Se Lula vencer, será crucial que o novo governo evite o populismo, evite o estatismo e que dê continuidade a várias políticas adotadas por Cardoso que levaram o Brasil ao centro do cenário mundial"

E, em outra matéria o "ex-diretor da Área Internacional do Banco Central" disse, em resposta:

"É um absurdo que no momento em que o Brasil está lutando para se equilibrar venha um babaca como este tentar complicar ainda mais a situação. Quais são os verdadeiros interesses deste senhor George Soros?"

Trechinho: "Segundo Garofalo, as previsões catastrofistas se cumprem dependendo do número de pessoas que acreditam nelas e se a pessoa que as faz for uma pessoa de opinião respeitada. 'Se mesmo depois da sua conversão ao anticapitalismo o Soros for ouvido, pode ser que surja alguma dúvida no mercado', ironiza o ex-diretor do BC".

Muitas coisas são tristes nessa história toda:

1) Os políticos e economistas brasileiros acham que a economia funciona apenas na base do otimismo/ pessimismo. Se todos ficarem otimistas, então os países crescem. Senão, não! Seria o caso de criar uma espécie de behaviorismo mercadológico inspirado em Pavlov!

2) "O Brasil está lutando para se equilibrar". Ô cara pálida? De que Brasil você está falando? O Brasil é o Estado gorducho que nos esmaga com seus impostos e faz todo mundo pensar quatrocentas e trinta e cinco mil e quinhentas e quarenta e duas vezes antes de abrir uma empresa? Talvez seja o megainvestidor de que depende toda a estabilidade do país, o Banco Central. Não tem nenhum "Brasil lutando para se equlibrar". O que tem é o Brasil chamado Lula, que quer voltar à época das cavernas; o Brasil chamado FHC, que até tenta, mas não consegue ser penta (e ainda é chamado de "ultraliberal", essa é a mais nova que eu escutei, haha!); o Brasil chamado Boi-de-Piranha, que é quase todo mundo que dá palpite sobre tudo e vota "para mudar"; o Brasil chamado Analista de Mercados, que é o que acha que tudo vai se resolver se "aumentar a liquidez" e "diminuir o risco Brasil" etc etc etc etc etc.

3) E, pra terminar, essa tirada que faria até o Nostradamus pensar: "as previsões catastrofistas se cumprem dependendo do número de pessoas que acreditam nelas e se a pessoa que as faz for uma pessoa de opinião respeitada".

Mas ninguém precisa se preocupar. Daqui a pouco vai aparecer algum "analista" dizendo que não há nenhum motivo para o mercado pensar que vai haver controle de capitais e intervencionismo extremo no governo Lula Paz e Amor.

Curiosidade: fiz uma busca no programa de governo do PT e encontrei 32 ocorrências da palavra "controle" e 27 da palavra "planejamento". O programa tem 73 páginas, com fonte "tahoma" tamanho 12.5, equivalente a "times new roman" tamanho 14, mais ou menos.
</Evandro> <!--12:02 PM-->

Domingo, Outubro 06, 2002

<Evandro> 

Estou acordado até agora porque quero prolongar ao máximo a idéia de que o dia da eleição ainda é "amanhã"!

Só que a data aí em cima já está me desmentindo.
</Evandro> <!--1:15 AM-->

Sexta-feira, Outubro 04, 2002

<Evandro> 

Eu queria pedir um favorzinho. Divulguem o site que eu e minha amiga Sue estamos lançando. Faz de conta que eu sou um pedinte eletrônico. Tudo que vocês têm de me dar é uma esmola por meio de um clique no mouse, o famoso e-mail para "undisclosed-recipient"!

Mas, falando sério. Não tem nada de esmola não. O endereço é www.outonos.com. Quem estiver interessado em trocar idéias não vai se arrepender. Eu já desisti da universidade e agora só escrevo para a Internet. De maneira que vem muito texto grande por aí. A Internet agora vai substituir aquele professor chato que marcava data para entrega do trabalho que eu nunca estava a fim de fazer. A diferença é que quem manda na temática sou eu!!
</Evandro> <!--12:59 AM-->

<Evandro> 

Aviso a todos os frequentadores desse blog que eu ainda não perdi as esperanças. "Estou convencido" (parafraseando o sapo barbudo que vai nos governar) de que vou poder continuar nesse país por mais dois anos, sem que ninguém me ameace de morte por escrever coisas polêmicas.

Tudo bem, tudo bem. Pode estar parecendo um pouco de mania de grandeza. "Quem esse pirralho pensa que é? Ele nem tem leitores direito". Mas, com todas essas pessoas votando em comunistas por aí, um dia os vermelhinhos acabam chegando na sua porta, né?

Sabe o que mais me entristece? Ver os filhos pequenos das pessoas que vão votar no Lula. Isso realmente me entristece.
</Evandro> <!--12:59 AM-->

/archives

  08/01/2002 - 08/31/2002   09/01/2002 - 09/30/2002   10/01/2002 - 10/31/2002   11/01/2002 - 11/30/2002   12/01/2002 - 12/31/2002   01/01/2003 - 01/31/2003   02/01/2003 - 02/28/2003   03/01/2003 - 03/31/2003   04/01/2003 - 04/30/2003   05/01/2003 - 05/31/2003   06/01/2003 - 06/30/2003   07/01/2003 - 07/31/2003   09/01/2003 - 09/30/2003   10/01/2003 - 10/31/2003   11/01/2003 - 11/30/2003   12/01/2003 - 12/31/2003   01/01/2004 - 01/31/2004   02/01/2004 - 02/29/2004   03/01/2004 - 03/31/2004   04/01/2004 - 04/30/2004   06/01/2004 - 06/30/2004   07/01/2004 - 07/31/2004   08/01/2004 - 08/31/2004   09/01/2004 - 09/30/2004   10/01/2004 - 10/31/2004   12/01/2004 - 12/31/2004   02/01/2005 - 02/28/2005   03/01/2005 - 03/31/2005   05/01/2006 - 05/31/2006   11/01/2006 - 11/30/2006